FANDOM


Galeria de Imagens Episódio Assista o Episódio
Mr.Hankey, the Christmas Poo
Ep 110 hankeykyleb.gif

Estréia:

17 de dezembro de 1997

Dirigido Por:

Trey Parker e Matt Stone

Temporada:

01

É o nono episódio da primeira temporada. Ele foi ao ar em 17 de dezembro de 1997.

  100px-SPW pic -- Spoiler.png Spoilers!!
Este artigo contém informações  que revela detalhes da trama sobre um episódio.

Sinopse Editar

Por acreditar em  Mr.Hankey o cocô do natal,Kyle acaba sendo internado em um hospicio,em quanto a escola de south park tem que fazer uma peça teatral de natal sem Jesus e Papai Noel.

HistóriaEditar

1x9 Photo 1.jpg

As crianças da escola de South Park estão ensaiando para a sua peça de Natal. O ensaio é interrompido quando a mãe de Kyle, Sheila Broflovski aparece, furiosa com os temas cristãos presentes nessa peça teatral e que seu filho, um judeu, está fazendo o papel de José. Quando perguntado se há algo não cristão que ele pode fazer para a peça teatral, Kyle oferece cantar a Musica do "Sr. Hankey". Kyle explica que o Sr. Hankey é um pedaço de cocô que sai do banheiro durante o Natal para dar presentes para aqueles com dietas ricas com muita fibra.

1x9 Photo 3.jpg

Em uma reunião da cidade, várias pessoas em multidões queixam-se de vários aspectos da produção teatral da escola. A prefeita se curvou e promete encenar "o Natal mais não-ofensivo de todos os grupos religiosos ou minoritários de qualquer espécie". Naquela noite, Kyle é instruído por seus pais para parar de falar sobre o Sr. Hankey. Ele concorda, mas quando ele vai escovar os dentes, um cocô usando um chapéu de Natal, pula pra fora do vaso.O Sr. Hankey canta uma canção alegre do feriado e deixa fezes onde quer que pisa. Kyle o agarra no meio de um pulo, assim que seus pais entram dentro do banheiro e tudo que eles vêem é o banheiro coberto em manchas de fezes, com seu filho segurando na mão um pedaço de cocô.

1x9 Photo 5.jpg

Para provar a seus amigos que o Sr. Hankey existe, Kyle coloca o Sr. Hankey em uma caixa e o leva para a escola. O Sr. Garrison pergunta às crianças se elas sabem alguma canção de natal que não fale de Jesus ou Papai noel e que seja não ofensiva sobre o feriado. Cartman recomenda que eles cantam " A mãe de Kyle é uma grande puta" em D-menor. Ofendido, o Sr. Hankey salta de sua caixa e se atira em Cartman. Isso faz com que Kyle seja enviado no escritório do conselheiro escolar, Sr. Mackey. Sr. Hankey decide tomar um banho na xícara de café de Mackey, fazendo Kyle ser internado no Hospicio de South Park.

1x9 Photo 15.jpg

Naquela noite, as crianças começam a apresentar a sua nova peça reformulada, agora chamada de Escola de South Park apresenta uma Experiencia de Feriado. Música e letras são fornecidos pelo compositor minimalista Phillip Glass. O show é terrível, e a platéia começa a discutir sobre as ideias de retirar temas natalinos na peça escolar e começam a brigar (Nesse momento o episódio é interrompido por um comercial falso sobre fazer bonecos do Sr.Hankey). No meio disso, Chef pergunta o que aconteceu com Kyle. Os garotos falam sobre a sua obsessão com o Sr. Hankey, e Chef diz que o cocô falante é real. Stan e Wendy dizem que acreditam e o Sr. Hankey pula da caixa de sapatos de Kyle e ganha vida. Ele fala com a multidão sobre o significado do Natal e eles param de brigar, principalmente pelo choque de um cocô falante.

1x9 Photo 16.jpg

A cidade inteira vai para o Hospicio de South Park para libertar Kyle, que descobre para seu alívio que ele não é louco. Sr. Hankey entrega presentes, e depois voa de treno para para espalhar alegria nessa noite de Natal. Como o episódio termina, algo ainda se sente inacabado. Stan, Cartman e Kyle olham para Kenny, ainda vivo e bem. As palavras "FIM" aparecem na tela e Kenny salta de felicidade.

ProduçãoEditar

Concepção e história adiantadaEditar

O personagem do Sr. Hankey foi baseado em uma idéia que o pai de Trey Parker criou quando Trey era criança. Parker disse que nunca dava descarga no vaso sanitário quando criança, de modo que seu pai disse que se ele não der descarga, um cocô que ele chamou de "Sr. Hankey", viria a vida e iria devora-lo. O conceito permaneceu com Parker durante toda sua infância; Começando na escola primária e durante toda a sua educação, ele costumava desenhar o personagem na aula, usando um chapéu de marinheiro em vez do chapéu de Papai Noel que ele usaria mais tarde em South Park. Parker dividiu o conceito com Matt Stone , quando os dois se encontraram na Universidade do Colorado em Boulder , e a dupla imediatamente soube que queria criar um filme ou curta envolvendo Sr. Hankey. Os dois discutiram a filmagem de um curta-metragem de três minutos envolvendo um garoto que fez amizade com um cocô falante, mas Hankey não seria visto vivo para ninguém, levando outros a acreditar que o menino estava louco. Eles planejaram que os pais do garoto o encontrassem segurando o cocô no banheiro e culparem a criança por manchar de fezes as paredes quando era realmente culpa do Sr. Hankey; Eles também planejavam que ele visitasse um conselheiro da escola, onde Hankey iria saltar para o conselheiro e o menino seria culpado. No final, revelaria que o menino era realmente louco e Sr. Hankey não era real, mas um tudo da imaginação do menino.

Parker e Stone nunca fizeram o curta-metragem, mas praticamente todos os seus elementos foram incluídos neste episódio de South Park, com exceção do final. Embora o filme de curta-metragem de Sr. Hankey nunca tenha sido feito, Parker e Stone fizeram dois curta-metragens de animação relacionadas ao Natal , The Spirit of Christmas , que serviam como precursores da série South Park. Quando os curtas começaram a gerar interesse por uma possível série de televisão, Parker e Stone originalmente conceberam a idéia de um show do estilo South Park com quatro personagens infantis, mas com um cocô falante chamado Sr. Hankey como principal protagonista; Eles planejavam chamá-lo de "The Mr. Hankey Show". Eles lançaram a idéia ao amigo Brian Graden , na época executivo de televisão da Fox Broadcasting Company , mas ele a rejeitou e disse, de acordo com Matt Stone: "Eu não vou colocar um pedaço de merda no meu canal".

Parker e Stone adaptaram sua idéia original em um show que gira em torno da cidade de South Park e quatro crianças sem Hankey como protagonista, mas planejaram reviver o personagem com um papel secundário em um episódio futuro. Mais tarde, quando o Comedy Central expressou o interesse na série, Parker e Stone falaram sobre a idéia de um episódio de Sr. Hankey durante negociações com os executivos do canal. Parker afirmou durante uma reunião, ele disse: "Uma coisa que temos de saber antes de irmos mais longe: como vocês se sente sobre umcocô falante?" Os executivos eram receptivos à idéia, que Parker disse era uma das razões principais que ele e Stone decidiram ficar no canal. Os elementos do episódio envolvendo a solidão de Kyle como judeu durante o Natal foram inspirados pelas percepções de Parker e Stone sobre os judeus que cresceram no Colorado durante sua infância. Embora os dois fossem para escolas diferentes, ambos testemunharam que as crianças judaicas eram intimidadas porque suas escolas tinham muito poucos estudantes judeus para começar; Embora Stone seja judeu, ele não foi criado como um judeu praticante e, portanto, ele não experimentou muito do bullying. Os esforços infrutíferos da Escola Primária de South Park no episódio para incluir pessoas de denominação não-cristã foram inspirados por tentativas similarmente fracassadas que Parker e Stone testemunharam ao crescer. Parker citou como exemplo um concerto de coro em que o único estudante judeu foi convidado a cantar sua própria canção de Hanukkah, enquanto todo mundo cantava canções de Natal; Embora a idéia era fazer o aluno se sentir especial, Parker disse que só o fez se sentir mais solitário e isolado.

Produção do Episódio Editar

"Mr.Hankey, o cocô do natal" foi escrito e dirigido por Parker e Stone, e foi ao ar nos Estados Unidos no Comedy Central em 17 de dezembro de 1997. Foi o primeiro episódio de Natal do South Park. Jornalistas de televisão disseram que o curta "Espírito de Natal" eram precursores para o Sr. Hankey e que eles compartilhavam algumas características comuns, mas que o episódio de televisão foi considerado bem melhor. Parker e Stone originalmente pensaram no episódio " Damien ", que envolve uma luta de boxe entre Jesus e Satanás , como o episódio de Natal da primeira temporada. Apesar de terem planeado apresentar o Sr. Hankey no show, eles não decidiram fazer dele um personagem de Natal até a metade da produção de "Damien". Uma vez que eles tomaram a decisão, eles decidiram fazer "Mr.Hankey, o cocô do natal" o episódio de natal em vez disso; Parker e Stone decidiram parar a produção de "Damien" para trabalhar em "Mr.Hankey, o cocô do natal".

No momento em que eles estavam escrevendo o episódio, Parker e Stone tinham visto um grande número de notícias sobre edifícios governamentais que se recusavam a permitir a exibição de modelos da cena da natividade e outros símbolos de feriados cristões , num esforço para não ofender outras religiões. Parker e Stone achavam que a idéia era "ridícula" e, segundo Stone, "Nós só queríamos que o Sr. Hankey dissesse que o Natal era bom e sobre presentes". Os dois procuraram escrever um episodio na tradição de especiais de natal clássicos antigos , e assim eles assistiram ao famoso especial de 1965, A Charlie Brown Christmas , repetidamente durante o processo de produção. Parker disse: "Neste momento, nós apenas quisemos fazer uma versão do South Park de O natal de Charlie Brown. Esse especial foi definitivamente uma grande parte da minha infância". O episódio foi considerado o primeiro episódio musical de South Park , e incluiu músicas como "Mr. Hankey, the Christmas Poo", "A Lonely Jew on Christmas" e "Kyle's Mom is a Big Fat Bitch". Parker e Stone estavam inicialmente preocupados em fazer um musical, porque Parker disse: "A regra geral era que as pessoas odiavam espisódios musicais". Para o personagem de Mr. Hankey, Parker e Stone adaptaram a maioria dos elementos do curta de Mr. Hankey que planejavam na faculdade, exceto que o sr. Hankey provaria ser real, não uma imaginação de Kyle. Parker disse que isso foi decidido por causa de sua frustração com o personagem Sr. Snuffleupagus no Vila Sesamo ; Por seus primeiros 14 anos no programa, o Sr. Snuffleupagus era um personagem imaginário visto apenas por Big Bird , que Parker disse " realmente me aborrecia ".

Parker e Stone sentiram que o Sr. Hankey deveria incorporar a integridade e a moralidade dos desenhos animados dos anos 30, então eles o desenharam para se assemelhar à versão de Mickey Mouse no desenho animado de 1928 "Steamboat Willie" , particularmente em seus olhos. Para as cenas em que o Sr. Hankey esfrega fezes onde ele anda, os animadores escanearam imagens de chocolate espalhado e inseriu no episódio. Parker e Stone tiveram dificuldade em decidir uma voz para o Sr. Hankey. Embora o Comedy Central não se oponhe a maioria dos aspectos do episódio,eles requereram algumas edições ao material que consideraram ofensivo. Durante o ensaio para a peça, um bebê Jesus semelhante a um feto aparece saindo de Wendy, que está interpretando a Virgem Maria , e é pego por Kyle, que está fazendo José. Embora a cena tenha sido mantida no episódio, os executivos da Comedy Central tiveram problemas com isso e Parker disse que eles tinham que lidar com sua animação "com muito cuidado". Além disso, durante a filmagem do comercial live-action do Mr. Hankey , o bebê originalmente iria ser visto comendo o Sr. Hankey.O Comedy Central não permitiu a cena no episódio e foi alterado para retratar a idéia de que o bebê já tinha comido as fezes, Parker disse que ele sentia que era realmente mais engraçado nessa forma. "Mr.Hankey, o cocô do natal" é o primeiro episódio em que Kenny não foi morto. Parker e Stone incluíram deliberadamente várias cenas que pareciam levar à morte de Kenny, mas decidiram porque era Natal, eles não iriam matá-lo.

O episódio foi também a primeira vez que o Sr. Garrison foi retratado como um anti-semita e racista , particularmente quando ele pergunta a prefeita McDaniels se ela pode se livrar de todos os mexicanos em South Park. Parker disse que essa decisão foi tomada porque, "Garrison naquele ponto já havia se mostrado a pessoa mais maluca de toda a cidade, e há obviamente muito mal com ele mentalmente.

RecepçãoEditar

Embora Parker e Stone creditassem " Um passeio gay no barco do Al gaysão " como ajudar a elevar a série, eles sentiram que esse elevou South Park para um novo nível de popularidade e relevância. Parker disse: "Este foi o episódio que fez South Park ficar extremamente popular." Após o sucesso de "Mr.Hankey, o cocô do natal", um grande número de celebridades começou a entrar em contato com Comedy Central querendo fazer aparições em episódios de South Park. Isso permitiu Parker e Stone praticamente tomar a sua escolha de estrelas convidadas, e levou a aparições de Natasha Henstridge em " Rinoplastia do Tom " e Robert Smith em " Mecha-Streisand ". Stone disse que apesar de "Mr.Hankey, o cocô do natal" se tornar menos chocante com o tempo, os espectadores no momento da transmissão original do episódio ficaram chocados, e alguns ficaram horrorizados, com a idéia de um cocô de Natal vivo e falando. "Mr.Hankey, o cocô do natal" foi o quarto maior programa de entretenimento de tv à cabo de 1997. Em sua transmissão americana original, o episódio recebeu um Nielsen Rating de 5,4, o que significa que o episódio foi visto por cerca de 4,5 milhões. A audiência foi a mais alta ainda para South Park , e foi mais de sete vezes ao Comedy Central no horário nobre. "Mr.Hankey, o cocô do natal" foi descrito como um dos episódios clássicos de South Park . Chris Vognar, do The Dallas Morning News, descreveu o próprio Mr. Hankey como "o personagem mais ultrajante no show mais ultrajante da TV". Charlie Patton, do The Florida Times-Union, disse que o episódio foi "grosseiro, desagradável, irreverente e geralmente ofensivo mas também extremamente engraçado". " Diane Werts do Newsday disse sobre o episódio," É bruto. Também é possivelmente o episódio mais engraçado de natal deste ano. " Werts particularmente elogiou a canção" A Lonely Jew on Christmas".

Controvérsia do Ren & StimpyEditar

John Kricfalusi , criador do Ren & Stimpy, afirmou que o conceito de Sr. Hankey foi roubado de sua animação em "Nutty the Friendly Dump". Kricfalusi disse após esse episódio ir ao ar, "Eu recebi nove ou dez mensagens de amigos gritando, 'Eu não posso acreditar nisso! Eles roubaram totalmente a sua história!' ... Essa idéia de fezes cantando ou dançando e sendo amigos, bem, essa é a minha idéia. " Kricfalusi disse que sentiu outros elementos de South Park foram plagiados de seu trabalho, e disse aos meios de comunicação que sua empresa Spümcø estava contemplando tomar uma ação legal contra Parker e Stone. O porta-voz da Comedy Central, Tony Fox, disse que Stone e Parker não estavam familiarizados com "Nutty the Friendly Dump" e que a alegação era "ridícula". Parker disse que nunca tinha visto mais da metade de um episódio de Ren & Stimpy , que ele disse que não gostava porque os personagens eram muito "over-the-top" e as vozes dos personagens era muito irritante. Parker disse que Kricfalusi entrou em contato com os criadores do South Park : "Ele escreveu uma carta dizendo 'Oh, OK, eu vejo como poderia ser uma coincidência, mas você deve apenas admitir à imprensa que você é um grande fã de Ren e Stimpy.

Curiosidades Editar

  •  Esse é o primeiro episódio da serie em que Kenny não morre.
  • Este é o primeiro episódio com o Sr. Mackey e Mr. Hankey.
  •  A seqüência de abertura do episódio é uma paródia direta de O natal de Charlie Brown.
  • Esse episódio foi inspirado pelo fato de que muitas vezes Trey Parker quando criança esquecia de dar a descarga. Seu pai lhe disse que se ele não dar a descarga seu cocô viraria uma criatura chamada Mr.Hankey que iria escapar e comê-lo.
  • Craig pode ser visto sentado do lado de fora do escritório do Sr. Mackey. Embora ele não tenha sido introduzido oficialmente ainda, ele pode ser visto frequentemente fora do escritório do conselheiro. Nós aprendemos mais tarde, ele tem um mau hábito de dar às pessoas a dedo.
  • Esta é a primeira vez que o Sr. Garrison sugere para se livrar de todos os mexicanos. Ele sugere novamente em " É Natal no Canadá ", para o qual a prefeita em aborrecimento diz: "Todo ano você sugere isso e todos os anos nós dizemos" NÃO "!" 


Guia de Episódios da Primeira Temporada

1. Cartman ganha uma sonda Anal
2. Ganhe Peso 4000
3. Vulcão
4. Um passeio gay no barco do Al gaysão
5. O elefante faz amor com um porco
6. Morte
7. Conjuntivite

8. Starvin Marvin
9. Mr.Hankey, o cocô do natal
10. Damien
11. Rinoplastia do Tom
12. Mecha-Streisand
13. A mãe do Cartman é uma vaca

Southpar.jpg

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória